Céu limpo com poucas nuvens

Quarta | 21 Novembro

29C

30

26

A não perder < voltar

Bienal de Veneza: Pavilhão de Angola inaugurado dia 6 de Maio

09/04/2015

O pavilhão de Angola na 56ª Exposição Internacional de Arte “Bienal de Veneza”, a ter lugar entre 9 de Maio a 22 de Novembro, será inaugurado dia 6 de Maio com obras de cinco artistas plásticos e com curadoria de António Ole e do nigeriano Okwui Enwezor.

Trata-se de obras dos criadores António Ole, Binelde Hyrcan, Délio Jasse, Francisco Vidal e Nelo Teixeira.

O pavilhão de  Angola estará localizado no Palazzo Pisani, em Campo Santo Stefano.

A exposição partirá de uma instalação central do artista com António Ole, a marcar o frente e verso, sendo que Francisco Vidal apresentará instalações constituídas de uma pele metálica de catanas, um símbolo da resistência angolana, como suporte de uma acção pictórica notável.

Esta escolha permite a uma geração mais nova, mas com provas dadas e reconhecidas, seguindo o legado do artista António Ole, o acesso ao circuito da Bienal de Veneza, numa promoção do país, mas também das possibilidades de sedimentação da sua presença internacional para assegurar o sucesso de um projecto que cumpre a exigência desta apresentação e o perfil de  contemporaneidade da próxima representação.

A Bienal de Veneza é um importante fórum de arte contemporânea que privilegia a apresentação e afirmação de artistas dos países participantes.

A 56ª exposição utilizará como filtro a trajectória histórica como a mesma bienal tem percorrido durante os seus 120 anos de vida, um filtro através do qual se reflectirá sobre o actual “estado das coisas” e sobre a “aparência das coisas”.

Comentários