Céu limpo com poucas nuvens

Quarta | 23 Maio

26C

29

21

A não perder < voltar

Fora de Angola| Baja, Mexico: Identificação e Salvamento de Tartarugas Marinhas em extinção

A viagem de três dias dificilmente é chamada de trabalho.

03/10/2014 | Fonte: www.sapo.ao

Tartarugas marinhas são fáceis de capturar e estão a perder muito do seu habitat para o desenvolvimento humano. Tudo leva a um triste e incotestável facto: Seis das sete principais espécies de tartarugas marinhas estão em vias de extinção.

A boa notícia é que existem projectos de raiz que primam em ajudar na luta pela sobrevivência desses seres pré-históricos e muitos necessitam da ajuda dos viajantes de todo mundo, segundo a National Geographic.

Baía de Magdalena, um labirinto de árvores enormes na costa do Pacífico é o lar de um projecto inovador. Fundado pelo conservador J. Wallace Nichols, Grupo Tortuguero é uma coligação de antigos caçadores que comprometeram-se a mudar as suas vidas. Todos os meses, eles apanham tartarugas nas redes, apontam as medidas e o peso, identificam-nas e depois soltam-nas de volta ao mar. A companhia aérea "Red Sustainable Travel", leva voluntários até ao spot para ajudar o grupo a gravar informações para estudos de organizações como NOAA e diminuir os custos do projecto de pesquisa.

Em retorno, gastos da viagem pagos pelo salário do staff, fundos para um projecto local educativo, e a possibilidade de provar aos locais que as tartarugas marinhas valem mais vivas do que cozidas numa panela qualquer.

Para viajantes, a viagem de três dias dificilmente é chamada de trabalho. Voluntários ficam em tendas num ilhéu tão perfeito que poderia ser de outro mundo. Quando não estão a identificar tartarugas marinhas, os voluntários podem fazer uma caminhada pelo deserto e seguir o caminho dos coiotes da zona, pescar ostras no mar e enterrar os pés nas dunas selvagens com vista para a beleza do Pacífico.


Preço: 650usd

Comentários