Nuvens com abertas

Quarta | 23 Maio

22C

30

21

A não perder < voltar

Vinhos de Portugal investem nos profissionais angolanos

04/05/2016 | Fonte: www.sapo.ao

Os Vinhos de Portugal realizaram recentemente duas acções de formação, uma para profissionais de hotelaria, restauração e comércio a retalho, e outra para a força de vendas de alguns importadores que actuam no mercado nacional. Ambas as sessões de formação foram conduzidas por Luís Lopes, director da Revista de Vinhos, a mais prestigiada publicação vinícola portuguesa.

A formação teve como objectivo contribuir para a criação de competências e aumento do conhecimento nos sectores sobre os vinhos portugueses.

Os eventos decorreram a 27 de Abril para profissionais do canal HORECA e venda a retalho e a 28 e 29 de Abril para os importadores. A acção de formação para o canal HORECA decorreu no restaurante Moments, com a duração de três horas (das 15h às 18h) e contou com a presença de mais de 30 profissionais, as formações dirigidas aos importadores realizaram-se nas próprias instalações das empresas.

“Estes workshops assumem uma componente pedagógica inserida no trabalho diversificado que os Vinhos de Portugal irão desenvolver durante o ano de 2016 no mercado angolano. Aqui o nosso objectivo é transmitir conhecimentos que permitam aos profissionais da hotelaria e retalho um melhor desempenho e maior capacidade de resposta aos desafios de um mercado em permanente transformação”, explica Nuno Vale, Director de Marketing da ViniPortugal.

Estas sessões contribuíram para aumentar o conhecimento sobre vinhos portugueses junto dos profissionais, conduzindo a uma melhor prestação de serviço ao cliente quer do restaurante como do supermercado e a uma maior proximidade com a marca Vinhos de Portugal.

Aos participantes foi explicada toda a informação presente no rótulo de uma garrafa, a sua importância para a compreensão do vinho, o significado das cores de um vinho, as castas que o compõem, os lotes que os distinguem, a importância das indicações geográficas e a influência dos diferentes climas e solos portugueses. Foram ainda abordados os principais passos da vinificação e aspectos relativos ao serviço de vinhos (copos, temperaturas, decantação, armazenamento, etc.) bem como as harmonias à mesa com cozinha angolana, portuguesa e internacional.

Comentários